Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Defesa Civil RS integra "Operação Derramamento de Óleo no Litoral do Nordeste"

Publicação:

A missão dos técnicos da Defesa Civil do Rio Grande do Sul é auxiliar no monitoramento do avanço do óleo
A missão dos técnicos da Defesa Civil do Rio Grande do Sul é auxiliar no monitoramento do avanço do óleo. - Foto: Defesa Civil RS
Por Ana Paola Dala Barba

Integrantes da Defesa Civil do Estado estão em Brasília, apoiando o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres na “Operação Derramamento de Óleo no Litoral do Nordeste”. O Rio Grande do Sul enviou dois técnicos da Defesa Civil para apoiar as ações coordenadas pelo Governo Federal. A tenente Silvia da Rosa Soares e o sargento Magnus Fabiano da Silva vão permanecer no Distrito Federal pelos próximos 15 dias.

Em função do derramamento de óleo que iniciou no litoral do Nordeste, foi criado pela União o Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA) formado por servidores da Marinha, Agência Nacional de Petróleo, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Defesa Civil Nacional.

A missão dos técnicos da Defesa Civil do Rio Grande do Sul é auxiliar no monitoramento do avanço do óleo, atuando como interlocutor entre o GAA e os demais órgãos como Ministérios, entidades públicas e autarquias, que não estão diretamente ligados ao Grupo de Acompanhamento e Avaliação, mas realizam atividades em desastres desta magnitude.

Segundo a tenente, Silvia da Rosa Soares, “a equipe do RS atua como interlocutor do GAA com os demais Estados e Municípios, por meio do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil e seus órgãos de coordenação”. “Realizamos diariamente a troca de informações com as cidades do litoral em risco, para verificação de aparecimento de manchas de óleo, situação de limpeza quando houver ou situação de anormalidade”, explicou.

A equipe gaúcha, formada por servidores da Defesa Civil Estadual, identifica os riscos e assessora o GAA nas ações de mitigação, preparação e resposta. Além de apoiar o grupo nos contatos com o setor privado, ampliando e melhorando as ações de resposta ao desastre.

A tenente Silvia da Rosa Soares e o sargento Magnus Fabiano da Silva vão permanecer no Distrito Federal pelos próximos 15 dias.
Defesa Civil do Rio Grande do Sul